Buscar
  • Igor Kondrasovas

Fabricação Digital


​​A nova revolução industrial promete uma mudança de paradigma que pode ajudar o pequeno fabricante. Esta oportunidade para as "fabriquetas de fundo de quintal" será possível graças aquilo que esta sendo chamado de fabricação digital.

A fabricação digital, para muitos tipos de produtos, é uma alternativa aos desafios da produção em massa que substitui com novos métodos de fabricação que podem tornar o pequeno fabricante novamente competitivo.

Você provavelmente já ouviu falar sobre a fabricação digital por causa das impressoras 3D. É verdade que elas são a vedete da fabricação digital e certamente todos nós gostamos da mágica que é criar objetos na frente dos nossos olhos.

Se você perceber toda está motivação em volta da impressão 3D, perceberá também o poder que a fabricação imersa no mundo digital, desde o projeto, prototipagem até a fabricação computadorizada pode trazer.

O modelo digital criado em softwares CAD (Projeto Auxiliado por Computador) se torna um objeto virtual, portátil, estendível e colaborativo do objeto que desejamos fabricar.

Pode ser desenvolvido através da prototipagem em diversas quantidades, lugares diferentes e materiais diferentes. No fim, pode ser refinado até as instruções finais de fabricação.

O vídeo a seguir mostra um exemplo daquilo que se pode construir com as impressoras 3D, disponíveis no mercado. Seja para fins didáticos ou para desenvolvimento de projetos, é possível encurtar os ciclos entre o projeto e os testes, acelerando o tempo de desenvolvimento.

Cada etapa se beneficia do fluxo contínuo entre o modelo de um lado do processo até o controle digital da fabricação do outro.

Impressão 3D não é Tudo

As impressoras 3D são apenas uma das tecnologias da fabricação digital criadas neste fluxo do projeto até produção. Existem tecnologias "substrativas" como usinagem CNC, oxicorte, corte a plasma, laser ou jato d'água e também a montagem robotizada.

A forma de se obter um fluxo contínuo do projeto até produção é possibilitada através da ligação de um conjunto de processos digitais de produção, que tem como base equipamentos digitais de fabricação.

Independentemente do equipamento utilizado para a fabricação, os controles interagem de maneira semelhante. Todos dependem de componentes mecânicos, micro controladores embarcados e a eletrônica.

Todas estas tecnologias são muito comuns seja a máquina dedicada para trabalhos aditivos ou subtrativos, grande ou pequena. Afinal de contas, estas máquinas são basicamente robôs que movem uma ferramenta que corta, deposita ou endurece diversos materiais.

Servindo-se das partes eletrônicas e mecânicas destas máquinas estão plataformas de software que estão crescendo e se tornando universais.

O resultado de toda esta tecnologia digital é a produção com precisão elevada, alta complexidade, alta fidelidade, alta qualidade e repetibilidade.

O resultado mais importante de tudo isto é:

"na fabricação digital, complexidade e precisão estão no pacote, disponíveis com pouco ou nenhum custo adicional."

Parece simples. Mas o efeito é poderoso. Na fabricação digital, cortar uma chapa em formato de uma curva complexa ou uma reta é a mesma coisa. Ou seja, que agora a capacidade de se produzir detalhes, que antigamente dependiam de máquinas e ferramentas inacessíveis, agora vem de graça.

Oportunidade na Fabricação Digital

A fabricação digital pode favorecer pequenos fabricantes que assimilarem rapidamente novas opções de produção e as utilizarem em seu benefício.

Segue abaixo o que Carl Bass, da Autodesk visualiza para os pequenos fabricantes:

"Agora, você não precisa mais fazer as coisas em grandes volumes para ter a tal economia de escala, e o que possibilita isso é que temos agora softwares que trazem conhecimento. E a outra coisa é que hoje em dia a fabricação é toda feita com o auxilio do computador. As vezes não é em forma de um robô mas em uma impressora 3D ou uma máquina de usinar ou cortar a laser. Tudo isso na verdade é possibilitado pelos microprocessadores. O que esta nova revolução industrial está trazendo é que podemos fabricar produtos de alta qualidade, em pequenas quantidades a um preço justo. Isto é inovador e é aí que existe uma grande oportunidade para novos negócios."

As pequenas fábricas agora podem ser muito dinâmicas. A ligação entre o projeto e a fabricação pode ser encurtada, onde o ciclo acontece onde algo que é fabricado alimenta melhorias no projeto, que alimenta novamente melhorias na fabricação e que por sua vez melhora novamente o projeto e assim por diante.

Esta ligação íntima pode ser a chave para a inovação. A fabricação digital está no centro disto tudo como um pilar tecnológico, dando vantagens para que a fabricação comece rapidamente.

A mensagem por traz de todo esta amplo entusiasmo em volta das impressoras 3D é que estas tecnologias de fabricação digital estão disponíveis e acessíveis hoje. As tecnologias ontem utilizadas apenas em máquina topo de linha em altos volumes de produção eram muitos caras.

Mas agora, com o uso de computadores convencionais e o seu crescente poder de processamento dos micro controladores, eles podem ser utilizados na produção industrial. Conforme a tecnologia se tornou acessível e amigável, se tornou muito configurável e extensível de forma que peças individuais e pequenos lotes possam ser feitos a custos competitivos.

Tanto para a manufatura aditiva ou subtrativa, o avanço nas tecnologias digitais e computadores em conjunto a com adoção crescente e redução dos preços, permite aumentar a presença dos equipamentos para a fabricação digital nas pequenas empresas. Software e treinamentos para a fabricas digitais estão se tornando cada vez mais acessíveis, disponíveis na internet para aqueles que não tem formação em tecnologia ou Engenharia.

Estas possibilidades que se abrem na nova (ou próxima, ou terceira, ou quarta) revolução industrial que se baseia na acessibilidade das novas tecnologias tem sido descrita como um possível renascimento dos pequenos fabricantes de máquinas, de peças metálicas, móveis e ferragens e outras que auxiliam em diversas cadeias de produção.

Outros tipos de pequenas empresas, com operações do projeto até a produção, com meia dúzia de funcionários estão reaparecendo para completar grandes cadeias de produção. Estas empresas estão alavancando tecnologias de prototipagem rápida, fabricação de peças únicas e pequenos lotes.

Pelo menos para a fabricação de alguns produtos, a fabricação digital promete tornar competitivo os pequenos fabricantes que tem resistido bravamente. Com a fabricação digital, não existe mais o custo adicional que surgia ao se produzir algo de maior complexidade. Assim, os pequenos fabricantes voltam a ter vantagens, pois tem energia e são ágeis para responder as mudanças.

Ajude-nos!

Compartilhe este artigo para seus amigos por e-mail ou através das redes sociais. Agradecemos muito!

#fabricaçãodigital

Posts recentes

Ver tudo

Experimentar Novamente

Você pode se inscrever no Otimize Nesting utilizando seu endereço de e-mail apenas uma única vez. Caso tente fazer uma nova inscrição com um endereço de e-mail já utilizado anteriormente, um erro irá